Vá em frente e fale errado

Vá em frente e fale errado

Cometer erros ao aprender um idioma realmente nos faz um grande favor. Portanto, não se preocupe com eles, aproveite-os!
Março 21 2022

Sejamos sinceros... Ninguém gosta de errar. É constrangedor e nos fazer sentir meio bobos às vezes. Por outro lado, quando você sabe fazer algo, se sente bem. Fica mais confiante e em uma zona de conforto onde tudo é familiar. Mas... E se cometer um erro não fosse tão ruim assim? 

Pense nesse exemplo: você está na Espanha, aproveitando um lindo dia de verão. Você fez amizade com alguns moradores locais e tenta impressioná-los com seu espanhol de nível iniciante. Só que, em vez de dizer “tengo calor”, você acaba dizendo “estoy caliente” (que significa algo como “estou excitado”). Seu rosto fica vermelho... E já nem é por causa do sol.

Sweating

Claro, esses erros parecem embaraçosos, mas estamos aqui para dizer que eles são verdadeiros “mocinhos disfarçados de bandidos”. Tipo o Bruce, o Tubarão de Procurando Nemo, ou Severus Snape de Harry Potter.  

O ponto é: cometer erros não deve ser uma preocupação pra você. Na verdade, eles te fazem um grande favor! Ao entender por que aquilo que você disse estava errado, você aprende a forma certa de falar, refletindo sobre o erro e aumentando suas probabilidades de acertar na próxima vez. Por isso dizemos que os erros podem ser os mocinhos da história. Então, o próximo passo é aprender a não ter medo de errar! Isso aumenta sua confiança e acelera sua evolução. 

Shark

Não se preocupe com a gramática. 

É... É estranho ouvir isso de alguém que afirma entender tanto de idiomas, né?! Porém, estudos têm mostrado que mergulhar na gramática desde o início (incluindo todo o raciocínio teórico por trás da formação de palavras e frases) pode ter um efeito reverso e atrasar sua evolução.

Pode parecer contraditório no início, mas queremos convidar você a sair da sua zona de conforto. Se isso significa mergulhar de cabeça na prática dos idiomas, vá em frente! Aquele ajuste mais preciso de gramática pode vir depois. No início, criar conexões e aprender a se expressar é mais benéfico.  

Vamos pensar assim: Você sabe nadar? Se sim, certamente não aprendeu lendo um manual, né? Na verdade, isso seria beeem difícil. Afinal, por mais que você entendesse os princípios teóricos da sincronia entre pernas e braços e da respiração correta, ao pular na piscina, mal saberia o que fazer (e provavelmente acabaria com a boca cheia de água) 

RopeBoy

Vá em frente, quebre o gelo

Se a sua gafe fizer alguém rir, encarar a situação com bom humor pode te ajudar a fazer novos amigos. Além disso, rir libera dopamina e, segundo alguns estudos, ela pode melhorar sua memória (o que talvez explique por que nos lembramos de frases de Os Simpsons depois de anos. Ou de Friends. Ou de outro clássico da comédia).

Então, a lembrança sobre o dia que você pediu acidentalmente a um colega italiano para “passare il pene” (passar o pênis) em vez de “passare il pane” (passar o pão) certamente te marcará mais do que se o jantar tivesse ocorrido sem maiores intercorrências (e você certamente não cometerá aquele erro de novo!).

SimonCowell

A bebida é sua melhor amiga?

Imagine outro cenário: Você está num bar, tomou alguns drinks e suas habilidades no idioma parecem (magicamente) melhorar. Você passa a formar frases quase perfeitas, e aquele medo da gramática parece coisa do passado. De repente, sua capacidade de manter conversas no idioma começa a brilhar. E se comete um erro, você não dá a mínima! Ri da situação e segue adiante. Então, por que essas conversas descontraídas parecem tão mais difíceis quando se está sóbrio? 

A resposta pode ser resumida em uma palavra: Confiança. E essa confiança tem embasamento científico: O Journal of Psychopharmacology publicou um estudo constatando que o consumo de álcool pode melhorar as habilidades em línguas estrangeiras! Agora, não estamos dizendo que você deve tomar uma cerveja toda vez que quiser praticar. A questão é que há uma relação entre falar com confiança e se permitir aprender com os erros!

GameOfThrones

Eles ajudam a sua compreensão

É natural cometer erros ao aprender um idioma. E também é comum pensarmos neles. Quem nunca errou uma pronúncia, confundiu o gênero de um substantivo ou foi enganado por uma falsa cognata (palavras que se parecem em dois idiomas, mas significam coisas totalmente diferentes)?

Mas os erros não são algo com que você deva se preocupar. Na verdade, eles estão te fazendo um grande favor. Errar nos idiomas nos leva a refletir sobre por que falamos aquilo e daquela forma. E ao descobrir o motivo, você começa a compreender e fixar a maneira certa de se expressar. 

Então, como ajudamos a sua compreensão? O Memrise encoraja você a falar desde o início. Se você cometer um erro quando estiver aprendendo novas palavras e frases, aquele item será marcado como uma “Palavra Difícil” e será apresentado novamente com ênfase extra. Isso pavimenta o caminho para que a informação seja devidamente guardada em seu cérebro.

Screenshot of Memrise's difficult words featureOs erros nos ensinam coisas novas

Quando for praticar seu novo idioma, pense nisso como uma chance de aprender algo novo, e não um risco de se constranger. Aprenda a dizer frases como “Sou iniciante, me avise se eu cometer algum erro” para que você possa aproveitar ainda mais aquelas oportunidades de aprendizagem.

De tempos em tempos, é natural aplicar acidentalmente regras da sua língua materna ao idioma que você está aprendendo. Afinal, você cresceu falando daquele jeito e a mescla parecia fazer todo sentido na sua cabeça, né? Bom, talvez não faça quando sair da sua boca. Mas essa pequena confusão também te ajudará a perceber as diferenças entre estruturas linguísticas, e... Aí está! Você acaba de aprender mais alguma coisa!

JackBlack

Confiança é fundamental 

Essa palavra de novo! A verdade é que quando percebemos que os erros de aprendizagem são mais úteis do que embaraçosos, ganhamos a confiança e impulso necessários para seguir praticando sem medo de nos expormos. Assim, quanto mais você erra aprendendo, menos se preocupará em errar no futuro e mais rápido poderá evoluir.

Veja esses deslizes como um superpoder. Você acertou? Ótimo. Você tentou e errou? Ótimo também! Aprenda com o erro e siga adiante. E se você estiver falando tudo com perfeição, significa que já há espaço para evoluir ainda mais. É hora de avançar a um próximo nível! E o que há nesse nível? Eles, é claro: os bons e velhos erros.

Todo o poder dos testes!

Toda vez que você revisa palavras no Memrise e se dá a chance de errar ou acertar, o processo de busca pela resposta certa ajuda seu cérebro a armazenar memórias de longo prazo. Quanto mais você acerta, mais claro fica o caminho para aquela informação na sua cabeça.

E se você não acertar, também não é problema. O erro ajudará a destacar aquele item para que você se lembre dele numa próxima vez. É como se você adicionasse pequenas placas de sinalização na memória, apontando para a direção certa. Portanto, se acha que cometer erros significa falta de evolução, reveja seus conceitos, pois é bem diferente disso! Errar faz parte do processo e só traz ganhos!

HomeAlone

Então, que tal começar a turbinar sua confiança? Experimente algo novo e vamos nessa! Estamos aqui para oferecer uma ajuda especial nessa sua caminhada: 50% de desconto no primeiro ano de Memrise Pro. Agarre esta oferta agora mesmo, clicando aqui. Vá em frente, pratique, cometa erros ao aprender e não se preocupe em ser o motivo das piadas de vez em quando! 

Web-LearnKorean-Header-B

Download a free worksheet

Download this free worksheet with all the phrases you need to talk about work in Spanish, French, German, Japanese, and Korean. You'll also get regular updates from us on the latest language learning tips.